O Portal do Geólogo
13/11/2019 02:18:19

O que já aprendemos sobre o Cometa 67P



Publicado em: 27/8/2015 15:46:00

A missão da Nave Rosetta e do módulo Philae é uma das mais extraordinárias da história da conquista espacial. Exceto pela pouquíssima comunicação entre a Rosetta e o módulo de aterrisagem Philae, tudo correu melhor do que o esperado.

es Desde que a Philae ficou incomunicável a nave mãe Rosetta, em órbita, comandou todas as operações e testes.

Muitos dados interessantes foram coletados e muito se aprendeu sobre o Cometa 67P/Churyumov–Gerasimenko, apelidado de Chury pelos americanos da Nasa.

Quais foram as principais descobertas até o momento?

-Composição: os testes detectaram vários precursores de aminoácidos incluindo quatro compostos não detectados antes em cometas. Os precursores de aminoácidos podem formar acúcares, aminoácidos e componentes básicos da vida.

-A água encontrada no 67P é diferente da água terrestre. Ela tem uma relação deutério-hidrogênio maior do que a nossa água. Portanto esse tipo de cometa não é o responsável pela adição da água no planeta Terra.

-O cometa não tem campo magnético. Para surpresa de alguns geólogos não foi detectado um campo magnético no 67P pelos magnetômetros de bordo da Philae.

-O 67P é raro e tem duas caudas. A fonte das caudas é a sublimação do gelo (de sólido para gás) o que deixa um jato de gás e poeira chamado de cauda.

-O 67P tem uma “música” que foi detectada pelos sensores da Rosetta. O som ainda não tem uma explicação final, mas acredita-se que seja derivado da ação do vento solar sobre as rochas.

-Agora que o cometa está no ponto mais próximo do Sol (periélio) ele perde 300 quilos de água por segundo e mais de uma tonelada de poeira por segundo, daí as caudas e os efeitos vistos na fotografia.

Os números são extraordinários. O 67P está literalmente derretendo à medida que se aproxima do Sol em uma intensidade não antecipada pelos cientistas. Este fenômeno ainda vai se intensificar podendo quebrar o cometa em pedaços menores que, um dia, causarão chuvas de meteoros.

No momento a nuvem de poeira e fragmentos, próximo ao cometa é tão grande que a nave Rosetta teve que se afastar para uma órbita mais distante de 325km.




Autor:   Pedro Jacobi - O Portal do Geólogo

  

 


geologia vocesabia descobertas    3106
12.000 ANOS DE ABANDONO  um livro de Pedro Jacobi

Caro usuário do Portal do Geólogo
Se você gosta de descobertas arqueológicas inéditas no meio da Amazônia vai gostar do livro que estou lançando. É um não ficção sobre uma pesquisa real que estou fazendo.

Com o avanço do desmatamento e com o auxílio da filtragem digital em imagens de satélites, descobri nada menos do que 1.200 belíssimas construções milenares, no meio da Amazônia — totalmente inéditas.

São obras pré-históricas, algumas datadas em 6.000 anos, incrivelmente complexas e avançadas — as maiores obras de aquicultura da pré-história que a humanidade já viu.
Neste livro você se surpreenderá com essas construções monumentais, grandiosas e únicas, feitas por aqueles que foram os primeiros arquitetos e engenheiros do Brasil.
Trata-se de importante descoberta arqueológica que vai valorizar um povo sem nome e sem história. Um povo relegado a um plano inferior e menosprezado pela maioria dos cientistas e pesquisadores.

Dele quase nada sabemos. Qual é a sua etnia, de onde veio, quanto tempo habitou o Brasil e que língua falava são pontos a debater.
No entanto o seu legado mostra que ele era: muito mais inteligente, complexo e tecnológico que jamais poderíamos imaginar.
Foram eles que realmente descobriram e colonizaram a Amazônia e uma boa parte do Brasil.
E, misteriosamente, depois de uma vida autossustentável com milhares de anos de uma história cheia de realizações eles simplesmente desapareceram — sem deixar rastros.
Para onde foram?

Compre agora!
O livro, um eBook, só está à venda na Amazon. Aproveite o preço promocional!


Jacobi Consultoria
Minerador, quer negociar a sua área, ganhar dinheiro com a mineração, atrair sócios estrangeiros ou pesquisar os minérios em sua área? Por que esperar mais?

Só para você: veja as matérias que selecionamos sobre o assunto:

A influência gravitacional nos terremotos 26/10

Corpos no cometa 67P? 9/9

Cometa 67P: robô Philae acorda e se prepara para voltar ao trabalho 24/6

Módulo Phillae acorda e manda um hello 15/6

A última missão da nave Rosetta será pousar no cometa 67P 7/6

O cometa 67P e a água 15/3

Em busca da nave perdida 28/1

roboperdido...continuação 28/1

O Portal do Geólogo

Geologia e Mineração contadas por quem entende

Desde 27/3/2003

Não entendeu a palavra?

Pesquise o termo técnico!




Pesquise no universo do Portal do Geólogo!

Digite uma palavra na caixa abaixo e estará pesquisando centenas de milhares de matérias armazenadas no nosso site.

 

 

palavra com mais de 2 letras
O Portal do Geólogo    Editor: Geólogo Pedro Jacobi