O Portal do Geólogo
CUIDADO!!! A GEOLOGIA É ALTAMENTE CONTAGIOSA E PODE SER INCURÁVEL
voltar ao Portal do Geólogo

 

A água na terra está se esgotando? É verdade que no futuro próximo teremos uma guerra pela água?  continuação...

 

por Pedro Jacobi

Reservas alternativas de água

A única maneira de acabar com a água da Terra é acabando com o planeta.

A água está presente em praticamente todos os ambientes conhecidos. Na atmosfera, na superfície, nos aquíferos subterrâneos, nos seres vivos, nas emanações vulcânicas e também na maioria das rochas.

As rochas da crosta terrestre são ricas em minerais hidratados. Se alguém tiver interesse em calcular a quantidade de água encerrada na estrutura de minerais formadores de rocha verá que o volume é simplesmente imenso. É lógico que , nas condições atuais essas reservas são apenas teóricas, já que o custo da extração desta água será muito elevado e anti-econômico. No entanto esta tecnologia poderá ser útil na conquista de planetas com pouca água como Marte.

Soluções mais óbvias que estão sendo ou serão praticadas em breve são:

Dessalinização: A dessalinização das águas do mar e de aquíferos subterrâneos com salinidade elevada será a solução para vários países que tenham o capital, a tecnologia e o acesso à água salgada. Infelizmente a água potável gerada por estas usinas ainda é um produto caro e, naturalmente inacessível a muitos.

A maior planta de dessalinização do mundo (foto abaixo) é a de Jubail na Arábia Saudita. Ela processa 800.000 m3 de água por dia, o que pode suprir 4 milhões de pessoas. Jubail produz, também, 2.743MW de eletricidade.

Jubail- dessalinização

Tratamento de águas servidas: No processo de gerenciamento de águas este é um ponto fundamental.

Os países mais desenvolvidos estão investindo pesado nesse campo. Um bom exemplo é a planta de tratamento de água servida e esgotos de Silicon Valley, na Califórnia, que foi inaugurada recentemente. Através de microfiltragens sucessivas e de filtros de osmose reversa com desinfecção por ultra violeta a planta transforma a água poluída e os esgotos em água potável 100% pura.

A capacidade da Planta Silicon Valley é de 30,4 milhões de litros por dia.

Planta de tratamento de Silicon Valley

No Brasil cidades como Brasília estão se destacando no tratamento e reaproveitamento dessas águas.

Captação das águas da chuva: Em países com estações chuvosas é possível maximizar os reservatórios e estoques de água pelo uso inteligente da água de precipitação.

Por exemplo: somente a água que é precipitada na Grande S. Paulo durante os meses de janeiro a março é superior em volume a todo o consumo desta cidade em um ano.

Este exemplo é válido para quase todos os locais onde existem estações chuvosas.

Chuvas em SP

    Precipitação média mensal (mm) em São Paulo no período 1933-2011

O exemplo da cidade de S. Paulo é ótimo.

A cidade está cercada por grandes represas como a Billings e Guarapiranga, mas depende da água do Sistema Cantareira.

Por falta de tratamento e de planejamento as águas destas represas, que tem um volume bem maior do que todo o Sistema Cantareira não são utilizadas.

O povo sofre de uma "crise hídrica" que não existe pois água tem. O que não tem é investimento, tratamento e distribuição.

Conclusão final: A água da terra não está acabando. Na realidade a água da superfície terrestre pode estar aumentando pela adição de água vulcânica. O valor da água deverá aumentar consideravelmente pois existem países carentes que terão que utilizar tecnologias caras ou importar água de países ricos. O Brasil não deverá ter problema de falta de água se os governantes investirem adequadamente no gerenciamento, armazenagem, tratamento e distribuição das águas. Evitar a poluição das águas deve ser considerada a prioridade número um dos Governantes.

 

 

< Home  2 3 4 5 6  >

O Portal do Geólogo

O Portal do Geólogo

Geologia e Mineração contadas por quem entende

Desde 27/3/2003





Dê uma calcita ótica, uma gema do Portal do GeólogoOportunidade ímpar: compre essa espetacular calcita ótica do Portal do Geólogo
 
497615 |    || O Portal do Geólogo |  Editor: Pedro Jacobi