O Portal do Geólogo
17/11/2019 05:40:10

Rio Tinto e Anglo American as piores compradoras de ativos do mundo mineral



Publicado em: 23/6/2015 15:42:00

Uma das formas mais rápidas e eficientes de destruir o valor de uma empresa é a compra de um ativo-bomba. Ativo-bomba, na mineração, é aquela mina ou empresa adquirida que vale menos do que o valor pago na transação.

O que poucos sabem é que a compra de ativos-bomba é muito mais comum do que parece.

Um relatório feito pelo Citi mostra que as grandes empresas de mineração tiveram que depreciar o seu patrimônio em mais de US$110 bilhões, nos últimos oito anos, graças à aquisições mal feitas.

É uma sucessão de erros, muitas vezes primários, que levaram estas grandes empresas a comprar verdadeiros ativos-bomba.

As mineradoras que levam o desonroso título de campeãs são a Rio Tinto e a Anglo American.

A Rio imortalizou o pior negócio da mineração da história: a compra da canadense Alcan em 2007. Com esse péssimo negócio a megamineradora destruiu US$25 bilhões de seu valor em apenas uma canetada.

Foi, também a condenação de seu CEO o geólogo Tom Albanese.

As estatísticas da Rio Tinto são horrendas no quesito aquisição: os seus ativos tem uma depreciação média, após a compra de incríveis 34%.

Não muito atrás da Rio Tinto vem a Anglo American, a segunda pior do mundo. A Anglo tem, em média, 23% de desvalorização de seus ativos após a compra. A mineradora fez um dos piores negócios do planeta ao comprar do empresário Eike Batista os ativos do Amapá e do Rio-Minas.

O que o relatório do Citi mostra, de forma clara, é que as maiores mineradoras não sabem comprar. Em média elas têm 18% de seus ativos desvalorizados após as compras.

Um frenesi de destruição de valor.

A BHP, por exemplo, teve uma desvalorização média de 12,5% .

Já a nossa Vale foi bem mais precisa nas suas aquisições, que sofreram uma desvalorização média de “apenas” 8,5% .

Segundo o Citi o festival de horror ainda não acabou. Devem surgir mais desvalorizações significativas nas aquisições de carvão que irão mudar o panorama das piores compradoras da mineração...

Se a Petrobras estivesse na lista do Citi ela, possivelmente, seria a primeira. Só em um ano (2014) a nossa estatal teve que desvalorizar mais de US$20 bilhões de seus ativos...




Autor:   Pedro Jacobi - O Portal do Geólogo

  

 


geologia minex polemicos vocesabia    3756
12.000 ANOS DE ABANDONO  um livro de Pedro Jacobi

Caro usuário do Portal do Geólogo
Se você gosta de descobertas arqueológicas inéditas no meio da Amazônia vai gostar do livro que estou lançando. É um não ficção sobre uma pesquisa real que estou fazendo.

Com o avanço do desmatamento e com o auxílio da filtragem digital em imagens de satélites, descobri nada menos do que 1.200 belíssimas construções milenares, no meio da Amazônia — totalmente inéditas.

São obras pré-históricas, algumas datadas em 6.000 anos, incrivelmente complexas e avançadas — as maiores obras de aquicultura da pré-história que a humanidade já viu.
Neste livro você se surpreenderá com essas construções monumentais, grandiosas e únicas, feitas por aqueles que foram os primeiros arquitetos e engenheiros do Brasil.
Trata-se de importante descoberta arqueológica que vai valorizar um povo sem nome e sem história. Um povo relegado a um plano inferior e menosprezado pela maioria dos cientistas e pesquisadores.

Dele quase nada sabemos. Qual é a sua etnia, de onde veio, quanto tempo habitou o Brasil e que língua falava são pontos a debater.
No entanto o seu legado mostra que ele era: muito mais inteligente, complexo e tecnológico que jamais poderíamos imaginar.
Foram eles que realmente descobriram e colonizaram a Amazônia e uma boa parte do Brasil.
E, misteriosamente, depois de uma vida autossustentável com milhares de anos de uma história cheia de realizações eles simplesmente desapareceram — sem deixar rastros.
Para onde foram?

Compre agora!
O livro, um eBook, só está à venda na Amazon. Aproveite o preço promocional!


Jacobi Consultoria
Minerador, quer negociar a sua área, ganhar dinheiro com a mineração, atrair sócios estrangeiros ou pesquisar os minérios em sua área? Por que esperar mais?

Só para você: veja as matérias que selecionamos sobre o assunto:

Mineração: as melhores apostas de 2016 20/1

A ameaça de Pasadena: a vez e a hora de Dilma Roussef 20/11

Trump pode ser o catalizador de um novo boom na mineração 10/11

Efeito Trump: Minério de ferro em alta recorde 11/10

Mineração & Brasil: o país do futuro? 29/9

Mineração: adicionar valor ou morrer tentando... 3/9

Conselhos ao geólogo recém-formado 8/9

Filipinas em guerra pelo meio ambiente 1/8

Mineração: quem vai tapar os buracos amanhã? 22/7

Brazil Resources supera 480% no ano: analistas apostam em 1.900% ainda em 2016 18/7

Mini Era Glacial? O que esperar do futuro próximo 7/1

Mineração: em quem apostar as fichas? 22/6

Exploração espacial: a nave asteroide 7/6

Minério de ferro: economia em alta faz mineradoras americanas reabrirem antigas minas 31/5

O Portal do Geólogo

Geologia e Mineração contadas por quem entende

Desde 27/3/2003

Não entendeu a palavra?

Pesquise o termo técnico!




Pesquise no universo do Portal do Geólogo!

Digite uma palavra na caixa abaixo e estará pesquisando centenas de milhares de matérias armazenadas no nosso site.

 

 

palavra com mais de 2 letras
O Portal do Geólogo    Editor: Geólogo Pedro Jacobi