O Portal do Geólogo
17/12/2017 17:43:06

Retrocesso! Enfraquecida pelos escândalos e prejuízos bilionários, sem fundos para investir, Petrobras pode abrir mão do regime de partilha no pré-sal.



Publicado em: 3/5/2015 16:47:00

Segundo a lei 12.351/10 toda a exploração de petróleo em áreas do Pré-Sal só pode ocorrer sob o Regime de Partilha, onde a Petrobras sempre será a operadora com uma participação mínima de 30%.

Esta lei é, também, uma armadilha, pois obriga a Petrobras a investir proporcionalmente em todos os campos do Pré-Sal. Como o plano da empresa, até poucos dias atrás, era de investir mais de R$660 bilhões nos próximos três anos, as descobertas de novos campos decorrentes dessas perfurações iriam requerer imensos investimentos para o desenvolvimento, extração, transporte e refino do petróleo descoberto. Some-se a isso os custos já existentes que a empresa já tem nos campos em produção...

Não precisa de um supercomputador para perceber que os custos futuros da Petrobras, caso a pesquisa fosse realizada, seriam simplesmente monumentais. Muito acima da capacidade atual da petroleira.

Aí veio o desastre da Lava a Jato que expôs os podres da corrupta e defeituosa Petrobras.

Quando a corrupção de décadas aflorou foi desmascarada a administração da estatal tida, até então, como “impecável e eficiente”.

Ela, infelizmente, não era nada disso!

Mesmo sem computar todos os males, que ainda estão sendo apurados, a Petrobras teve um prejuízo direto, devido à corrupção, de R$6,2 bilhões somado a outro de R$44,6 bilhões devido à má gestão, péssimo planejamento e incompetência.

Foi para o espaço a tese de uma administração competente...

A Lava a Jato chegou no pior momento e pegou a estatal sem fundos, em um longo processo de quedas, desvalorizada, desacreditada, acossada por vários processos bilionários nacionais e internacionais e com a maior dívida corporativa do mundo.

A onda causada pelos seus estertores já demitiu mais de 13.000 e deve extinguir mais de 30.000 empregos nos próximos meses. O efeito dominó que se iniciou na Petrobras afeta a economia nacional como um todo e pode ter dimensões catastróficas totalmente imprevistas há um ano atrás.

Sem ter para onde correr a empresa congelou investimentos e obras, demitiu milhares e paralisa agora a pesquisa no Pré-Sal. É por tudo isso que o regime de partilha vai ser revisto.

O sonho acabou!

O novo Presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, que deste business nada entende, um neófito que herdou o abacaxi, confirma que em 2015 não serão pagos dividendos. Bendine também diz que a empresa irá vender ativos no pré-sal como forma de recuperar parte do caixa perdido.

Sinais de tempos bicudos...não pagar dividendos é a melhor forma de afastar preciosos investidores.

Ontem o Governo planejava resgatar a educação com um Pré-Sal controlado por brasileiros. Hoje, graças à própria incompetência e ingerência nos negócios da Petrobras, o Governo muda sua política em 180 graus e vai vender o controle de campos petrolíferos do Pré-Sal que ainda não estão em produção.

Quem diria...

Com o chapéu na mão, em posição de extrema fraqueza, o Ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, está embarcando em uma viagem ao Texas aonde irá se reunir com as grandes petroleiras e atrair (mendigar) investidores.

Vai ser uma carnificina.

As petroleiras, especialmente a Shell, irão discutir com uma imensa vantagem negocial.

Provavelmente, veremos o fim do regime de partilha como conhecemos e o fim do controle da Petrobras em alguns campos do Pré-Sal.

O Brasil tem muito a “agradecer” à corrupção, à ingerência do governo e ao péssimo gerenciamento feito pelos executivos da Petrobras...




Autor:   Pedro Jacobi - O Portal do Geólogo

  

 


editoriais energia geoestatais polemicos    1964

Jacobi Consultoria
Minerador, quer negociar a sua área, ganhar dinheiro com a mineração, atrair sócios estrangeiros ou pesquisar os minérios em sua área? Por que esperar mais?

Só para você: veja as matérias que selecionamos sobre o assunto:

A ameaça de Pasadena: a vez e a hora de Dilma Roussef 20/11

O dilema da Vale 20/6

Por que a Vale ainda é uma boa aposta, mesmo com uma dívida de 116 bilhões de reais? 6/7

Vale: Murilo Ferreira na mira de Temer 6/2

Pasadena revisitada: a hora de Dilma Roussef? 25/5

A corrupção e o empresário brasileiro. Valeu a pena? 24/5

Agora que decapitaram o Cunha será que vão aprovar o malfadado código mineral? 5/5

O efeito impeachment: Petrobras bate todos os recordes e sobe 131% em 81 dias 15/4

Governo coloca mais um prego no caixão da Petrobras:vai baixar o preço da gasolina e do diesel 4/4

O Mercado contra Dilma 4/1

Efeito Dilma: Vale sobe apesar da queda do minério de ferro 30/3

À espera do PMDB 28/3

Petrobras é obrigada a dar baixa em campos de petróleo e tem o pior ano de sua história 22/3

IBOVESPA em alta recorde quando divulgada a suspensão de posse de Lula 17/3


O Portal do Geólogo

Geologia e Mineração contadas por quem entende

Desde 27/3/2003
As mais lidas
1 : o início de uma mini era glacial ...
2 : Samarco desastre ou uma oportunidade econômica ...
3 : aguahisteria ...
4 : O que esperar do futuro próximo ...
5 : Geologia Salarios ...
6 : O ouro de Pontes e Lacerda ...
7 : SetorMineral1 ...
8 : deslizamentos ...
9 : mineroduto ...
10 : A ameaça da Vale faz tremer australianos ...
Calcita Extra Âmbar
Raridade à venda: calcita ótica âmbar
Calcita Ótica Puríssima
Espato de Islândia transparente, puríssimo

Não entendeu a palavra?

Pesquise o termo técnico!




Pesquise no universo do Portal do Geólogo!

Digite uma palavra na caixa abaixo e estará pesquisando centenas de milhares de matérias armazenadas no nosso site.

 

 

palavra com mais de 2 letras
O Portal do Geólogo    Editor: Geólogo Pedro Jacobi