O Portal do Geólogo
12/11/2019 06:06:24

Por que o minério de ferro tem um longo futuro pela frente



Publicado em: 8/5/2015 17:50:00

Quando o assunto é minério de ferro o que se vê é um pessimismo generalizado.

A maioria das pessoas acredita que esta commodity é coisa do passado e que as mineradoras de minério de ferro, em breve, se tornarão em dinossauros obsoletos.

Se esse é o seu caso é bom rever esses conceitos, pois tudo indica que o minério de ferro ainda será uma das principais commodities minerais por muitas décadas.

Mas e a China? Ela não está reduzindo o crescimento e isso vai acabar com o mercado do minério de ferro?

É verdade! A China está reduzindo o seu crescimento e vai necessitar de uma menor quantidade de minério. No entanto, enquanto a China sai de cena está entrando um outro megaplayer que vai virar a mesa completamente.

Talvez você já tenha percebido...é a hora da Índia.

A Índia é a nova China.

Com uma população de 1,2 bilhões de habitantes e o terceiro maior PIB (PPP) do mundo a Índia se prepara para tomar o seu lugar na economia mundial.

Trata-se de um país de contrastes onde a miséria convive com a riqueza e a cultura. Mesmo assim a Índia está revertendo as suas dificuldades e crescendo a um ritmo assustador.

Os setores de manufaturados e de serviços cresceram tanto em abril que já ultrapassam o crescimento dos mesmos setores na China. Isso não é pouco.

Já é o 12º mês consecutivo que o país gigantesco cresce enquanto a China reduz e o Brasil diminui,

A economia indiana deve crescer em 2015 mais do que o esperado, ultrapassando os 7,4% conforme estimativas do Ministro das Finanças local.

Apesar de ainda ser um país onde a agricultura é o maior empregador, é no setor de serviços, na construção civil e na indústria que estão as molas propulsoras da economia indiana. E, naturalmente na sua população que luta para melhorar de padrão.

E é o explosivo processo de urbanização da Índia que irá contribuir decisivamente para a mineração do minério de ferro. Acredita-se que as novas construções civis irão superar 800 milhões em 2050.

Uma urbanização que só tem como paralelo àquela ocorrida na China.

O Governo Indiano planeja a construção de mais de 100 cidades “inteligentes” que irão custar, por baixo, mais de US$1 trilhão.

Some-se a esse esforço da construção civil a criação de estradas, portos, ferrovias, escritórios e grandes obras de infraestrutura que então começaremos a vislumbrar a quantidade de aço e de ferro necessários para essa imensa revolução.

A produção de aço da Índia que foi de 88 milhões de toneladas em 2013 irá atingir 300 milhões de toneladas em breve tornando a Índia no maior consumidor de aço do planeta, na frente até da China.

Crescimento consumo do aço

No gráfico percebe-se que nos próximos anos o crescimento do consumo de aço da China e dos Estados Unidos deverá cair percentualmente e o da Índia, Brasil, México e Alemanha subir. É um novo cenário que irá mudar completamente a geografia do minério de ferro e do aço.

Uma parte deste aço será importada pela Índia das siderúrgicas chinesas que já estão montadas e que produzem aço de qualidade a preço baixo.

Com a urbanização virá a revolução industrial que receberá bilhões em investimentos nos próximos 5 anos.

Como se vê somente a Índia irá revolucionar o mercado do minério de ferro nas próximas décadas. Isso não quer dizer que os demais países como a China e os Estados Unidos irão parar de construir e de importar.

Sabendo de tudo isso será que ainda dá para acreditar que o minério de ferro é coisa do passado?



Imagem: Randy Olson - National Geographic -

Autor:   Pedro Jacobi - O Portal do Geólogo

  

 


mercados ferrosos minex vocesabia    6944
12.000 ANOS DE ABANDONO  um livro de Pedro Jacobi

Caro usuário do Portal do Geólogo
Se você gosta de descobertas arqueológicas inéditas no meio da Amazônia vai gostar do livro que estou lançando. É um não ficção sobre uma pesquisa real que estou fazendo.

Com o avanço do desmatamento e com o auxílio da filtragem digital em imagens de satélites, descobri nada menos do que 1.200 belíssimas construções milenares, no meio da Amazônia — totalmente inéditas.

São obras pré-históricas, algumas datadas em 6.000 anos, incrivelmente complexas e avançadas — as maiores obras de aquicultura da pré-história que a humanidade já viu.
Neste livro você se surpreenderá com essas construções monumentais, grandiosas e únicas, feitas por aqueles que foram os primeiros arquitetos e engenheiros do Brasil.
Trata-se de importante descoberta arqueológica que vai valorizar um povo sem nome e sem história. Um povo relegado a um plano inferior e menosprezado pela maioria dos cientistas e pesquisadores.

Dele quase nada sabemos. Qual é a sua etnia, de onde veio, quanto tempo habitou o Brasil e que língua falava são pontos a debater.
No entanto o seu legado mostra que ele era: muito mais inteligente, complexo e tecnológico que jamais poderíamos imaginar.
Foram eles que realmente descobriram e colonizaram a Amazônia e uma boa parte do Brasil.
E, misteriosamente, depois de uma vida autossustentável com milhares de anos de uma história cheia de realizações eles simplesmente desapareceram — sem deixar rastros.
Para onde foram?

Compre agora!
O livro, um eBook, só está à venda na Amazon. Aproveite o preço promocional!


Jacobi Consultoria
Minerador, quer negociar a sua área, ganhar dinheiro com a mineração, atrair sócios estrangeiros ou pesquisar os minérios em sua área? Por que esperar mais?

Só para você: veja as matérias que selecionamos sobre o assunto:

Será que já chegamos ao minimo Solar e a uma nova Mini Era Glacial? 3/5

Ser Geólogo 6/8

Geologia é vida! 29/5

Baixíssima atividade solar: cientistas apontam para a possibilidade de uma nova mini era do gelo em poucos anos 24/4



RENCA: após 33 anos de inatividade e incompetência a Reserva Nacional do Cobre volta ao investimento privado 4/7

Mineração: as melhores apostas de 2016 20/1

S11D, o sonho da Vale, entra em produção 18/1

Exploração mineral: por que investir em zinco? 17/1

Brasil: a volta dos investimentos 17/1

Bons ventos na mineração: o minério de ferro explode em 2017 16/1

A ameaça de Pasadena: a vez e a hora de Dilma Roussef 20/11

Trump pode ser o catalizador de um novo boom na mineração 10/11

Efeito Trump: Minério de ferro em alta recorde 11/10

O Portal do Geólogo

Geologia e Mineração contadas por quem entende

Desde 27/3/2003

Não entendeu a palavra?

Pesquise o termo técnico!




Pesquise no universo do Portal do Geólogo!

Digite uma palavra na caixa abaixo e estará pesquisando centenas de milhares de matérias armazenadas no nosso site.

 

 

palavra com mais de 2 letras
O Portal do Geólogo    Editor: Geólogo Pedro Jacobi