O Portal do Geólogo
17/7/2019 19:46:57

O renascimento da exploração mineral para depósitos de níquel na Austrália



Publicado em: 6/5/2015 02:03:00

Todo o geólogo e minerador sabe sobre as descobertas épicas feitas pela Western Mining de jazidas de níquel na Austrália nas décadas de 60 e 70.

Foi a época do boom de exploração que consolidou modelos de greenstones, os komatiitos e os jazimentos de níquel sulfetado do tipo Kambalda.

Para a maioria esta é uma época passada e hoje, só o que permanece inexplorado são os jazimentos de níquel laterítico.

Verdade?

Não! Absolutamente não!

Parece que o sonho do níquel sulfetado australiano não morreu. Ele esteve adormecido nestas últimas décadas e, somente agora, algumas empresas juniors de pesquisa mineral estão revendo a geologia, geofísica e geoquímica de áreas no Oeste Australiano.

Por incrível que possa parecer ainda existem vastas áreas no Western Australia com pouca densidade de trabalhos de exploração mineral. Talvez nestas regiões não se descubra mais jazidas através dos estudos de gossans, como nas décadas de 60 e 70, mas sempre tem espaço para uma boa geologia e geofísica...

São essas áreas que estão sendo revistas hoje pelas junior companies australianas.

Alguns dos mais espetaculares casos de sucesso vem da junior Sirius Resources que em 2012 descobriu o jazimento de níquel denominado Nova e, em 2013 descobriu Bollinger..

Nova (veja o gráfico) é um depósito de níquel sulfetado associado a rochas magmáticas que lembra, não ao tipo Kambalda, mas aos depósitos canadenses do tipo Thompson, Raglan e Voisey´s Bay.

Coisa que nunca havia sido vista na Austrália e que demonstra claramente que um geólogo de exploração nunca deve apostar tudo em modelos. Temos que ser criativos e sempre estar preparados para as muitas surpresas que a geologia nos reserva.

Nova além do níquel tem cobre e cobalto, hospedados em rochas máficas metamorfizadas.

Nova tem 10.2Mt com 2.4% Ni, 1.0% Cu e 0.08% Co devendo entrar em produção em 2016. Esta mina poderá ser uma das jazidas com menor custo operacional do mundo.

Já Bollinger ( gráfico) é um corpo horizontalizado situado na continuação leste de Nova que foi descoberto em 2013.   As descobertas australianas não param por aí.

Outras junior companies como a Rumble Resources entraram também na corrida. Elas descobriram novos jazimentos como o Big Red e Zanthus que já atraíram o financiamento para estudos de viabilidade.

No sul da Austrália outra junior, a Monax Resources, está iniciando um grande programa de sondagem, mostrando que nem só no Oeste Australiano existe potencial para novas descobertas.

O que tudo isso nos está dizendo? Esta pequena história nos mostra que mesmo em um país que vem recebendo, sistematicamente, centenas de milhões de dólares por ano em pesquisa mineral nos últimos 60 anos ainda é possível a descoberta de grandes jazimentos minerais.

Para isso só é preciso um bom geólogo de exploração e o capital para financiar a pesquisa.

Imagine só o que nós podemos ainda descobrir no Brasil se nós investíssemos o dinheiro que os australianos investiram em pesquisa mineral?

Será isso um sonho inalcançável?

Mais uma vez não! É só o governo não atrapalhar e a Bovespa criar uma Bolsa para junior companies que nós faremos o resto.




Autor:   Pedro Jacobi - O Portal do Geólogo

  

 


geologia minex descobertas metaisbase    4451
12.000 ANOS DE ABANDONO  um livro de Pedro Jacobi

Caro usuário do Portal do Geólogo
Se você gosta de descobertas arqueológicas inéditas no meio da Amazônia vai gostar do livro que estou lançando. É um não ficção sobre uma pesquisa real que estou fazendo.

Com o avanço do desmatamento e com o auxílio da filtragem digital em imagens de satélites, descobri nada menos do que 1.200 belíssimas construções milenares, no meio da Amazônia — totalmente inéditas.

São obras pré-históricas, algumas datadas em 6.000 anos, incrivelmente complexas e avançadas — as maiores obras de aquicultura da pré-história que a humanidade já viu.
Neste livro você se surpreenderá com essas construções monumentais, grandiosas e únicas, feitas por aqueles que foram os primeiros arquitetos e engenheiros do Brasil.
Trata-se de importante descoberta arqueológica que vai valorizar um povo sem nome e sem história. Um povo relegado a um plano inferior e menosprezado pela maioria dos cientistas e pesquisadores.

Dele quase nada sabemos. Qual é a sua etnia, de onde veio, quanto tempo habitou o Brasil e que língua falava são pontos a debater.
No entanto o seu legado mostra que ele era: muito mais inteligente, complexo e tecnológico que jamais poderíamos imaginar.
Foram eles que realmente descobriram e colonizaram a Amazônia e uma boa parte do Brasil.
E, misteriosamente, depois de uma vida autossustentável com milhares de anos de uma história cheia de realizações eles simplesmente desapareceram — sem deixar rastros.
Para onde foram?

Compre agora!
O livro, um eBook, só está à venda na Amazon. Aproveite o preço promocional!


Jacobi Consultoria
Minerador, quer negociar a sua área, ganhar dinheiro com a mineração, atrair sócios estrangeiros ou pesquisar os minérios em sua área? Por que esperar mais?

Só para você: veja as matérias que selecionamos sobre o assunto:

Mineração: adicionar valor ou morrer tentando... 3/9

Filipinas em guerra pelo meio ambiente 1/8

A liquidação da Mirabela Nickel 20/6

Cientistas descobrem que adaga de Tutankamon é feita de meteorito 6/2

Vale: Murilo Ferreira na mira de Temer 6/2

Estudo em meteoritos mostra que oxigênio era abundante na atmosfera terrestre primitiva 5/11

Morre aos 56 anos Roger Agnelli, o executivo que colocou a Vale na lista das maiores do mundo 20/3

Iniciativa privada a um passo do Hélio-3 5/1

Que tal dar um meteorito de Natal? Este aqui vai custar mais de 1 milhão de dólares... 21/12

O fim da mineração? 3/12

Janot quer manter Onça Puma fechado 3/12

A lama da Samarco e o futuro do Rio Doce 26/11

Desastre da Samarco: a lama analisada em Baixo Guandu está contaminada por arsênio 14/11

Ferrosos ou metais básicos? 14/10

O Portal do Geólogo

Geologia e Mineração contadas por quem entende

Desde 27/3/2003

Não entendeu a palavra?

Pesquise o termo técnico!




Pesquise no universo do Portal do Geólogo!

Digite uma palavra na caixa abaixo e estará pesquisando centenas de milhares de matérias armazenadas no nosso site.

 

 

palavra com mais de 2 letras
O Portal do Geólogo    Editor: Geólogo Pedro Jacobi