O Portal do Geólogo
13/11/2019 22:55:46

Minério de ferro: BHP pisa no freio enquanto Rio e Vale aceleram produção



Publicado em: 22/4/2015 13:04:00

Finalmente alguém parece pensar mais claramente no meio desta guerra insana pelo controle do mercado do minério de ferro mundial.

É o caso da BHP. Ela percebeu o óbvio: por que aumentar os investimentos e os gastos vendendo minério de ferro de alta qualidade a preços espúrios, em um momento de crise onde todo o capital é importante.

A BHP percebe que o importante não é o volume, mas sim o Capital. A empresa acredita que em um futuro próximo o preço deverá voltar a subir quando o suprimento de outras mineradoras reduzir.

Graças a essa visão mais inteligente a maior mineradora do planeta decidiu reduzir e adiar investimentos no principal porto do Western Austrália. Com isso a BHP passa a ser a primeira das três grandes, que estavam engalfinhadas nessa guerra sem sentido, a reduzir a expansão da produção.

Segundo o CEO da BHP, Andrew Mackenzie o foco continua na produtividade e em reduzir os custos abaixo de US$20/t.

Já, do outro lado, as principais concorrentes na guerra do minério de ferro continuam a aumentar a produção mesmo que isso termine por reduzir as suas importantes reservas e o capital vital para a continuidade da empresa no futuro.

A Rio Tinto anunciou que a sua produção de minério de ferro globalizada cresceu 12% neste primeiro trimestre de 2015. A empresa produziu 74,7 milhões de toneladas neste período.

O mesmo ocorreu com a Vale que aumentou a sua produção de minério de ferro no primeiro trimestre para 77,4 milhões de toneladas: um aumento de 4,5%.

Na realidade a produção trimestral foi menor do que a da Rio Tinto pois a Vale comprou, neste período, 2,9 milhões de toneladas de outros fornecedores.

A Vale continua determinada a vender o minério de altíssima qualidade do S11D a preços de banana.

Uma estratégia que certamente será execrada pelos acionistas em um futuro próximo.




Autor:   Pedro Jacobi - O Portal do Geólogo

  

 


mercados ferrosos minex polemicos    2733
12.000 ANOS DE ABANDONO  um livro de Pedro Jacobi

Caro usuário do Portal do Geólogo
Se você gosta de descobertas arqueológicas inéditas no meio da Amazônia vai gostar do livro que estou lançando. É um não ficção sobre uma pesquisa real que estou fazendo.

Com o avanço do desmatamento e com o auxílio da filtragem digital em imagens de satélites, descobri nada menos do que 1.200 belíssimas construções milenares, no meio da Amazônia — totalmente inéditas.

São obras pré-históricas, algumas datadas em 6.000 anos, incrivelmente complexas e avançadas — as maiores obras de aquicultura da pré-história que a humanidade já viu.
Neste livro você se surpreenderá com essas construções monumentais, grandiosas e únicas, feitas por aqueles que foram os primeiros arquitetos e engenheiros do Brasil.
Trata-se de importante descoberta arqueológica que vai valorizar um povo sem nome e sem história. Um povo relegado a um plano inferior e menosprezado pela maioria dos cientistas e pesquisadores.

Dele quase nada sabemos. Qual é a sua etnia, de onde veio, quanto tempo habitou o Brasil e que língua falava são pontos a debater.
No entanto o seu legado mostra que ele era: muito mais inteligente, complexo e tecnológico que jamais poderíamos imaginar.
Foram eles que realmente descobriram e colonizaram a Amazônia e uma boa parte do Brasil.
E, misteriosamente, depois de uma vida autossustentável com milhares de anos de uma história cheia de realizações eles simplesmente desapareceram — sem deixar rastros.
Para onde foram?

Compre agora!
O livro, um eBook, só está à venda na Amazon. Aproveite o preço promocional!


Jacobi Consultoria
Minerador, quer negociar a sua área, ganhar dinheiro com a mineração, atrair sócios estrangeiros ou pesquisar os minérios em sua área? Por que esperar mais?

Só para você: veja as matérias que selecionamos sobre o assunto:

Trump pode ser o catalizador de um novo boom na mineração 10/11

Filipinas em guerra pelo meio ambiente 1/8

Bolsa brasileira dispara com o possível envolvimento de Lula na compra de medidas provisórias 2/4

Brasil e Austrália supriram 84% do minério de ferro importado pela China em 2015 e se preparam para dominar em 2016 27/1

Petróleo em queda: quem ganha e quem perde? 18/1

O futuro do minério de ferro 14/12

Mineração salva PIB Australiano em 2015 2/12

A geologia e o terrorismo brutal do Estado Islâmico 16/11

Vale se torna a mineradora de minério de ferro mais eficiente do mundo 22/10

Vale: cinco anos em queda 5/10

Ouro: cortar custos ou... 2/10

Grama do ouro a caminho dos R$160 21/9

O excremento que mudou a geografia do mundo 7/9

Minério de ferro: australianos apostam no futuro e aceleram produção 4/9

O Portal do Geólogo

Geologia e Mineração contadas por quem entende

Desde 27/3/2003

Não entendeu a palavra?

Pesquise o termo técnico!




Pesquise no universo do Portal do Geólogo!

Digite uma palavra na caixa abaixo e estará pesquisando centenas de milhares de matérias armazenadas no nosso site.

 

 

palavra com mais de 2 letras
O Portal do Geólogo    Editor: Geólogo Pedro Jacobi