O Portal do Geólogo
18/11/2019 14:09:45

Desastre da Samarco: onde estavam as sirenes?



Publicado em: 10/11/2015 11:57:00

Desde quinta-feira estamos presenciando um drama dantesco que envolve a perda de vidas e imensos prejuízos à propriedade e ao meio ambiente.

O desastre da Samarco entrará para a infame lista dos maiores de toda a história do Brasil. Somente os impactos ambientais serão sentidos por décadas e poderão inviabilizar a água, a flora e a fauna de centenas de quilômetros de drenagens atingidas pela lama ferruginosa da Samarco.

Como sempre depois do roubo vêm os cadeados...

As autoridades, tentando se eximir das responsabilidades, paralisam a mineradora da Vale e da BHP-Billiton: começa a busca dos culpados e das causas deste acidente.

Do outro lado deste drama as famílias enterram os seus mortos e perdem a esperança de encontrar as dezenas de pessoas desaparecidas.

No meio do caos e da destruição que aniquilou a pequena e bucólica Bento Rodrigues a seguinte pergunta se sobressai:
Onde estavam as sirenes que poderiam ter evitado a morte de dezenas?

É simplesmente surreal a constatação de que a Samarco não investiu no mais básico de todos os equipamento de prevenção: um sistema de alarme para avisar a população das cidades ribeirinhas que seriam arrasadas, como o foram, no caso do rompimento das barragens.

Um sistema que custa alguns milhares de reais e que poderia ter salvado vidas e propriedades.

A explicação da Samarco, sobre essa enorme negligência, de que a empresa telefonou para algumas pessoas em Bento Ribeiro seria hilariante se não fosse absolutamente trágica.

E, para completar o quadro de ineficiência, no sábado após o acidente, a mineradora (finalmente) instalou sirenes em pontos estratégicos para alertar o pequeno grupo do resgate sobre um possível rompimento da terceira barragem de rejeitos...

Por que então não haviam instalado esse sistema, tão básico, no início da operação mineira?

Será que as outras barragens de rejeito da Vale, em outras minas no Brasil, ainda estão como a do Germano sem nenhum sistema de alarme para avisar a população sobre eventuais riscos?

Ou a mineradora , somente agora, está correndo contra o tempo e implantando as sirenes que não salvaram vidas e propriedades em Bento Rodrigues?





Autor:   Pedro Jacobi - O Portal do Geólogo

  

 


editoriais agua geoambiente polemicos    3143
12.000 ANOS DE ABANDONO  um livro de Pedro Jacobi

Caro usuário do Portal do Geólogo
Se você gosta de descobertas arqueológicas inéditas no meio da Amazônia vai gostar do livro que estou lançando. É um não ficção sobre uma pesquisa real que estou fazendo.

Com o avanço do desmatamento e com o auxílio da filtragem digital em imagens de satélites, descobri nada menos do que 1.200 belíssimas construções milenares, no meio da Amazônia — totalmente inéditas.

São obras pré-históricas, algumas datadas em 6.000 anos, incrivelmente complexas e avançadas — as maiores obras de aquicultura da pré-história que a humanidade já viu.
Neste livro você se surpreenderá com essas construções monumentais, grandiosas e únicas, feitas por aqueles que foram os primeiros arquitetos e engenheiros do Brasil.
Trata-se de importante descoberta arqueológica que vai valorizar um povo sem nome e sem história. Um povo relegado a um plano inferior e menosprezado pela maioria dos cientistas e pesquisadores.

Dele quase nada sabemos. Qual é a sua etnia, de onde veio, quanto tempo habitou o Brasil e que língua falava são pontos a debater.
No entanto o seu legado mostra que ele era: muito mais inteligente, complexo e tecnológico que jamais poderíamos imaginar.
Foram eles que realmente descobriram e colonizaram a Amazônia e uma boa parte do Brasil.
E, misteriosamente, depois de uma vida autossustentável com milhares de anos de uma história cheia de realizações eles simplesmente desapareceram — sem deixar rastros.
Para onde foram?

Compre agora!
O livro, um eBook, só está à venda na Amazon. Aproveite o preço promocional!


Jacobi Consultoria
Minerador, quer negociar a sua área, ganhar dinheiro com a mineração, atrair sócios estrangeiros ou pesquisar os minérios em sua área? Por que esperar mais?

Só para você: veja as matérias que selecionamos sobre o assunto:

Mineração: quem vai tapar os buracos amanhã? 22/7

O dilema da Vale 20/6

Samarco, um caso mal resolvido 14/6

Samarco: quatro meses sem ela 15/3

Caso Samarco: BHP está sendo processada nos Estados Unidos, Vale será a próxima 26/2

Vale declara prejuízo de R$44,2 bilhões em 2015 25/2

Minério de ferro em alta, mas Vale continua em queda afetada pelos efeitos Samarco e Brasil 24/2

Vale em cheque! Porto de Tubarão fechado 25/1

O efeito Samarco: Minas Gerais em crise 17/1

Samarco: a hora das responsabilidades 14/1

Vale busca financiamentos para fazer frente à falta de liquidez 12/1

Justiça congela ativos da BHP e Vale no Brasil 22/12

Samarco, Vale e BHP se esquivam, mas justiça aperta o cerco 11/12

O fim da mineração? 3/12

O Portal do Geólogo

Geologia e Mineração contadas por quem entende

Desde 27/3/2003

Não entendeu a palavra?

Pesquise o termo técnico!




Pesquise no universo do Portal do Geólogo!

Digite uma palavra na caixa abaixo e estará pesquisando centenas de milhares de matérias armazenadas no nosso site.

 

 

palavra com mais de 2 letras
O Portal do Geólogo    Editor: Geólogo Pedro Jacobi