O Portal do Geólogo
22/9/2019 17:45:19

Conselhos ao geólogo recém-formado



Publicado em: 8/9/2016 15:10:00

Meus caros geólogos recém-formados. Sei que muitos estão assustados e desanimados com o cenário difícil que estamos atravessando no nosso país. Talvez alguns já começam a procurar novos nichos em outras áreas.

Se este é o seu caso leia esta matéria até o fim, pois nem tudo está perdido.

Acredite: existe um futuro promissor a tua espera.

O início da vida profissional é, para todos, um período cheio de incertezas. As perguntas que povoam a cabeça do recém-formado são muitas e incrivelmente importantes, pois quase todas se aplicam a sua vida profissional futura.

As incertezas aumentam exponencialmente agora, quando o nosso país enfrenta uma crise político/financeira sem precedentes.

Por anos a mineração e a geologia foram abandonadas por um governo inepto e cleptocrata.

Neste período de trevas até o Ministro de Minas e Energia, o famigerado Edison Lobão, veio a público ofender e condenar os pequenos e médios mineradores a quem acusou de “aventureiros e especuladores”. Lobão, que na época já tinha o seu nome envolvido em casos de corrupção, não podia estar mais errado: as junior companies, que ele irresponsavelmente denegria, estavam investindo, por ano, quase 1 bilhão de dólares em pesquisa e prospecção no território brasileiro.

Um trabalho que empregava milhares e que descobria dezenas de novas jazidas e riquezas minerais adicionando bilhões de dólares à economia nacional.

Infelizmente as ações deste governo xenófobo e incompetente terminaram por afastar os investidores e a pesquisa mineral brasileira foi reduzida a quase nada. Desde então atravessamos o pior período de toda a história da mineração e prospecção mineral que se tem notícia.

Para piorar, o mesmo governo que pouco tempo atrás, nos chamava de picaretas implodiu afogado em sua própria corrupção.

Quem eram, então, os picaretas?

Dilma quebrou a economia do Brasil e colocou na rua quase doze milhões de desempregados sepultando, por décadas, o sonho da maioria.

É neste cenário de terra arrasada que você geólogo(a) recém-formado(a) vai buscar o seu primeiro emprego.

Será que existem ou existirão oportunidades no curto médio prazo?

A resposta é sim!

Veja o que fazer abaixo:

1. Nunca esmoreça: acredite! Toda a crise tem um fim e a nossa já tem até data marcada para acabar. À medida que o Brasil seja reinserido na economia mundial os investimentos voltarão a fluir. As majors e juniors voltarão com todo o ímpeto, pode apostar. Afinal, não existe por aí terrenos geológicos tão férteis e virtualmente inexplorados, em um país estável com boa infraestrutura como o Brasil. Enquanto a economia mundial crescer, crescerá, também, a busca por matérias primas. A pesquisa mineral é a primeira a sofrer nas crises, mas é, também, a primeira a recuperar.

2. Incremente o seu currículo: aposente aquele CV estático, morno, tradicional. Durante a minha vida profissional avaliei milhares de currículos. Aqueles que mais me atraíram eram CVs objetivos, proativos onde o pretendente, em uma linguagem leve e objetiva dizia como ele poderia contribuir para o crescimento da empresa. Esse tipo de estratégia mostra profissionais objetivos, destemidos que sabem o seu lugar no mundo corporativo. Não caia na mesmice. Envie muitos currículos, mas sempre direcionados à empresa-alvo.

3. O seu status mudou: abandone aquele endereço infantil(LongJohn_25@) por um mais profissional.

4. Antes de enviar o CV estude a empresa, o mercado onde ela opera e seus executivos: conhecer o “inimigo”, o campo de batalha e conhecer a si mesmo é uma fórmula de sucesso já escrita há milhares de anos por Sun Tsu. Deixe este conhecimento transparecer (sem excessos) no seu CV. Se você utilizar essa estratégia o seu CV será visto e lembrado por aqueles que importam. Lembre que esse é o primeiro passo, um passo importante. A mesma estratégia irá lhe servir na entrevista que virá.

5. Practice makes perfect, ou estude sempre: a prática da geologia é como a de um esporte: precisa treinar, treinar e treinar para atingir o topo. Mesmo sem emprego o geólogo deve continuar estudando, se aprimorando sempre, através de cursos complementares e atividades paralelas. Em momentos de crise talvez valha a pena considerar um mestrado ou doutorado que além de adicionar valor ao seu histórico irão lhe proporcionar tempo, conhecimento, networking e algum dinheiro.

6. Networking: é fundamental que amplie os seus contatos, participando de palestras, workshops e mídias sociais criando, desta forma, uma vasta rede de contatos...

7. Você tem que ser conhecido para ser lembrado.

8. Considere um estágio: às vezes é preciso começar por baixo e um estágio é a melhor forma de mostrar as suas qualidades para a empresa e para o mercado, ao mesmo tempo que amplia a sua experiência.

9. Considere um trabalho no exterior: Felizmente a geologia é universal. Se você é fluente em inglês ou outra língua já tem um bom motivo para pesquisar, em outros países, novas oportunidades de trabalho. Existem inúmeras oportunidades no exterior. Pesquise, fale com as empresas, com os consulados e com outros geólogos que possam ajudar e orientar. Vá aos congressos e fale com os representantes das empresas. A cada dia que passa aumenta o número de geólogos brasileiros atuando fora do Brasil, quem sabe não existe uma vaga para você lá fora?

10. Considere uma consultoria : existem milhares de opções para ganhar dinheiro com a geologia, mesmo para recém-formados. Consultorias para garimpeiros e mineradores de minerais industriais nas áreas de processamento, pesquisa mineral e situação legal podem ser muito rentáveis.

11. Já pensou em abrir a sua própria empresa de mineração? a maioria acredita que a abertura de uma empresa de geologia e mineração é um passo ousado demais para geólogos com pouca experiência. Mas o que a maioria esquece é que a empresa vale pela qualidade do seu portfólio e do seu pessoal. Ou seja, se você tem uma boa ideia e requerer aquela jazida de areia especial, próxima de um grande jazimento de gás em folhelhos onde será usado o fracking, é muito provável que você fique milionário antes dos 30. Pense! Existem milhares de oportunidades esperando por você.

Preparado?

Coloque a cabeça a funcionar, arregace as mangas e muito sucesso!!!




Autor:   Pedro Jacobi - O Portal do Geólogo

  

 


editoriais mercados geologia vocesabia    61512
12.000 ANOS DE ABANDONO  um livro de Pedro Jacobi

Caro usuário do Portal do Geólogo
Se você gosta de descobertas arqueológicas inéditas no meio da Amazônia vai gostar do livro que estou lançando. É um não ficção sobre uma pesquisa real que estou fazendo.

Com o avanço do desmatamento e com o auxílio da filtragem digital em imagens de satélites, descobri nada menos do que 1.200 belíssimas construções milenares, no meio da Amazônia — totalmente inéditas.

São obras pré-históricas, algumas datadas em 6.000 anos, incrivelmente complexas e avançadas — as maiores obras de aquicultura da pré-história que a humanidade já viu.
Neste livro você se surpreenderá com essas construções monumentais, grandiosas e únicas, feitas por aqueles que foram os primeiros arquitetos e engenheiros do Brasil.
Trata-se de importante descoberta arqueológica que vai valorizar um povo sem nome e sem história. Um povo relegado a um plano inferior e menosprezado pela maioria dos cientistas e pesquisadores.

Dele quase nada sabemos. Qual é a sua etnia, de onde veio, quanto tempo habitou o Brasil e que língua falava são pontos a debater.
No entanto o seu legado mostra que ele era: muito mais inteligente, complexo e tecnológico que jamais poderíamos imaginar.
Foram eles que realmente descobriram e colonizaram a Amazônia e uma boa parte do Brasil.
E, misteriosamente, depois de uma vida autossustentável com milhares de anos de uma história cheia de realizações eles simplesmente desapareceram — sem deixar rastros.
Para onde foram?

Compre agora!
O livro, um eBook, só está à venda na Amazon. Aproveite o preço promocional!


Jacobi Consultoria
Minerador, quer negociar a sua área, ganhar dinheiro com a mineração, atrair sócios estrangeiros ou pesquisar os minérios em sua área? Por que esperar mais?

Só para você: veja as matérias que selecionamos sobre o assunto:

Geologia é vida! 29/5

RENCA: após 33 anos de inatividade e incompetência a Reserva Nacional do Cobre volta ao investimento privado 4/7

Trump pode ser o catalizador de um novo boom na mineração 10/11

Efeito Trump: Minério de ferro em alta recorde 11/10

Mineração & Brasil: o país do futuro? 29/9

Mineração: adicionar valor ou morrer tentando... 3/9

Conselhos ao geólogo recém-formado 8/9

Votorantim vai investir US$100 milhões na jazida Santa Maria, no Rio Grande do Sul 15/6

Minério de ferro: economia em alta faz mineradoras americanas reabrirem antigas minas 31/5

Geólogo parabéns! 30/5

A corrupção e o empresário brasileiro. Valeu a pena? 24/5

Estudo em meteoritos mostra que oxigênio era abundante na atmosfera terrestre primitiva 5/11

Agora que decapitaram o Cunha será que vão aprovar o malfadado código mineral? 5/5

Frank o caçador de meteoritos 5/3

O Portal do Geólogo

Geologia e Mineração contadas por quem entende

Desde 27/3/2003

Não entendeu a palavra?

Pesquise o termo técnico!




Pesquise no universo do Portal do Geólogo!

Digite uma palavra na caixa abaixo e estará pesquisando centenas de milhares de matérias armazenadas no nosso site.

 

 

palavra com mais de 2 letras
O Portal do Geólogo    Editor: Geólogo Pedro Jacobi