O Portal do Geólogo
18/11/2019 14:08:38

Brasil: a hipocrisia e o descaso pelo meio ambiente



Publicado em: 24/11/2015 15:48:00

O Brasil está mergulhado em profunda consternação com o desastre da Samarco que matou dezenas de pessoas e está poluindo centenas de quilômetros do Rio Doce em um megadesastre ambiental.

As consequências do rompimento da barragem da Samarco serão notícia por muito tempo e por muito tempo veremos milhões de brasileiros sofrendo com o gigantesco desastre ambiental que mata a flora e a fauna do Rio Doce, destrói a qualidade da água e ameaça a vida marinha.

Não existem desculpas para o ocorrido e não podemos, jamais, aceitar esses crimes contra o Homem e a contra a Natureza!

Verdade?

Por incrível que possa parecer esta frase parece ser verdade para alguns, mas, com certeza, não para todos os cidadãos brasileiros.

Estes mesmos cidadãos consternados, que choram o Rio Doce, fecham os olhos para uma poluição muito pior do que a da lama ferruginosa da Samarco, que continua a ser lançada, ININTERRUPTAMENTE, nas águas do Rio Tietê pela população mais “culta” e rica do Brasil: a de S. Paulo.

O mesmo processo de poluição que matou as águas da Billings e ameaça destruir a qualidade do aquífero Guarani, a nossa última fronteira.

É a hipocrisia de um país que esquece.

Esquece muito facilmente, que centenas de quilômetros do Rio Tietê estão totalmente mortos: um rio transformado em esgoto da maior cidade do país.

Morto há décadas para desgraça do País.

Em alguns meses a lama da Samarco, que   felizmente é facilmente tratada  (veja mais)  , vai desaparecer das águas do Rio Doce, deixando no passado esse horrível acidente, mas o Tietê continuará poluído e morto com o generoso auxílio da população e dos governantes hipócritas de S. Paulo que tudo prometem e nada fazem.




Autor:   Pedro Jacobi - O Portal do Geólogo

  

 


agua editoriais polemicos geoambiente    5055
12.000 ANOS DE ABANDONO  um livro de Pedro Jacobi

Caro usuário do Portal do Geólogo
Se você gosta de descobertas arqueológicas inéditas no meio da Amazônia vai gostar do livro que estou lançando. É um não ficção sobre uma pesquisa real que estou fazendo.

Com o avanço do desmatamento e com o auxílio da filtragem digital em imagens de satélites, descobri nada menos do que 1.200 belíssimas construções milenares, no meio da Amazônia — totalmente inéditas.

São obras pré-históricas, algumas datadas em 6.000 anos, incrivelmente complexas e avançadas — as maiores obras de aquicultura da pré-história que a humanidade já viu.
Neste livro você se surpreenderá com essas construções monumentais, grandiosas e únicas, feitas por aqueles que foram os primeiros arquitetos e engenheiros do Brasil.
Trata-se de importante descoberta arqueológica que vai valorizar um povo sem nome e sem história. Um povo relegado a um plano inferior e menosprezado pela maioria dos cientistas e pesquisadores.

Dele quase nada sabemos. Qual é a sua etnia, de onde veio, quanto tempo habitou o Brasil e que língua falava são pontos a debater.
No entanto o seu legado mostra que ele era: muito mais inteligente, complexo e tecnológico que jamais poderíamos imaginar.
Foram eles que realmente descobriram e colonizaram a Amazônia e uma boa parte do Brasil.
E, misteriosamente, depois de uma vida autossustentável com milhares de anos de uma história cheia de realizações eles simplesmente desapareceram — sem deixar rastros.
Para onde foram?

Compre agora!
O livro, um eBook, só está à venda na Amazon. Aproveite o preço promocional!


Jacobi Consultoria
Minerador, quer negociar a sua área, ganhar dinheiro com a mineração, atrair sócios estrangeiros ou pesquisar os minérios em sua área? Por que esperar mais?

Só para você: veja as matérias que selecionamos sobre o assunto:

Corrida para a mineração espacial perde um ponto, mas prospecção mineral terrestre ganha dois 6/1

Simandou: uma ameaça real ao domínio da Vale? 18/5

Frank o caçador de meteoritos 5/3

O Mercado contra Dilma 4/1

Samarco: a hora das responsabilidades 14/1

Iniciativa privada a um passo do Hélio-3 5/1

A lama da Samarco e o futuro do Rio Doce 26/11

Mais um gigantesco depósito de ouro descoberto na China 24/11

O desastre da Samarco: mentiras, verdades e consequências 17/11

Desastre da Samarco: a lama analisada em Baixo Guandu está contaminada por arsênio 14/11

O desastre da Samarco e os grandes rompimentos de barragens da história 12/11

O desastre da Samarco e os prejuízos iminentes à Vale e BHP 11/11

Desastre da Samarco: onde estavam as sirenes? 10/11

O desastre da Samarco: perguntas a serem respondidas 11/7

O Portal do Geólogo

Geologia e Mineração contadas por quem entende

Desde 27/3/2003

Não entendeu a palavra?

Pesquise o termo técnico!




Pesquise no universo do Portal do Geólogo!

Digite uma palavra na caixa abaixo e estará pesquisando centenas de milhares de matérias armazenadas no nosso site.

 

 

palavra com mais de 2 letras
O Portal do Geólogo    Editor: Geólogo Pedro Jacobi