O Portal do Geólogo
17/11/2019 20:23:13

África do Sul: a queda na produção de ouro



Publicado em: 18/3/2015 16:57:00

Pouco tempo atrás a África do Sul era a maior potência de ouro do planeta, com uma produção superior a 1.000 toneladas do metal por ano. Suas minas, na extraordinária sequência sedimentar do Witwatersrand, eram as maiores, as mais profundas e as mais produtivas do mundo.

Nesta época o ouro alavancou a sua economia que se destacou entre a dos países emergentes incluindo a África do Sul no seleto grupo dos BRICS..

No entanto, as coisas mudaram.

Em 1980 as vendas de ouro correspondiam a 67% de toda a venda de minerais do país. Hoje essas vendas se aproximam de 10%.

De greve em greve, o país entrou em uma espiral negativa. Recentemente as principais minas de platina estiveram fechadas por meses em um ciclone de negociações e de violência onde mais de 44 mineiros foram massacrados.

Minas de minério de ferro sofrem com a queda dos preços e as minas de ouro, com profundidades maiores e custos mais elevados, semiparalisadas por greves, começaram a produzir menos.

Muitas fecharam.

Hoje a produção total de ouro do país caiu de 1.000 toneladas para 168 toneladas em 2014...

Um verdadeiro desastre que coloca a África do Sul na quinta posição no ranking dos maiores produtores de ouro.

Tudo leva a crer que a produção de 2015 pode ser bem pior do que a do ano passado: as últimas estatísticas mostram um forte declínio na produção mensal.

As mineradoras, muitas operando no vermelho, estão sem cacife para negociar os 100% de aumento salarial pretendido pelos mineiros. O pesadelo parece não acabar e as negociações com os sindicatos se tornam mais difíceis e ameaçadoras.

Em 2015 tudo leva a crer que novas minas irão fechar e um grande número de desempregados irão transformar a África do Sul em um perigoso e explosivo caldeirão social.

Talvez seja a hora de diversificar e buscar alternativas para uma indústria que perde a pujança e envelhece rapidamente.

Autor:   Pedro Jacobi - O Portal do Geólogo

  

 


mercados preciosos minex vocesabia    5198
12.000 ANOS DE ABANDONO  um livro de Pedro Jacobi

Caro usuário do Portal do Geólogo
Se você gosta de descobertas arqueológicas inéditas no meio da Amazônia vai gostar do livro que estou lançando. É um não ficção sobre uma pesquisa real que estou fazendo.

Com o avanço do desmatamento e com o auxílio da filtragem digital em imagens de satélites, descobri nada menos do que 1.200 belíssimas construções milenares, no meio da Amazônia — totalmente inéditas.

São obras pré-históricas, algumas datadas em 6.000 anos, incrivelmente complexas e avançadas — as maiores obras de aquicultura da pré-história que a humanidade já viu.
Neste livro você se surpreenderá com essas construções monumentais, grandiosas e únicas, feitas por aqueles que foram os primeiros arquitetos e engenheiros do Brasil.
Trata-se de importante descoberta arqueológica que vai valorizar um povo sem nome e sem história. Um povo relegado a um plano inferior e menosprezado pela maioria dos cientistas e pesquisadores.

Dele quase nada sabemos. Qual é a sua etnia, de onde veio, quanto tempo habitou o Brasil e que língua falava são pontos a debater.
No entanto o seu legado mostra que ele era: muito mais inteligente, complexo e tecnológico que jamais poderíamos imaginar.
Foram eles que realmente descobriram e colonizaram a Amazônia e uma boa parte do Brasil.
E, misteriosamente, depois de uma vida autossustentável com milhares de anos de uma história cheia de realizações eles simplesmente desapareceram — sem deixar rastros.
Para onde foram?

Compre agora!
O livro, um eBook, só está à venda na Amazon. Aproveite o preço promocional!


Jacobi Consultoria
Minerador, quer negociar a sua área, ganhar dinheiro com a mineração, atrair sócios estrangeiros ou pesquisar os minérios em sua área? Por que esperar mais?

Só para você: veja as matérias que selecionamos sobre o assunto:

Mineração: as melhores apostas de 2016 20/1

Exploração mineral: por que investir em zinco? 17/1

Brazil Resources supera 480% no ano: analistas apostam em 1.900% ainda em 2016 18/7

Como a Barrick saiu do buraco e triplicou o seu valor de mercado 15/7

Brazil Resources: como comprar muito com tão pouco 15/6

Cientistas descobrem que adaga de Tutankamon é feita de meteorito 6/2

Ouro: fim de ciclo ou ainda tem mais? 17/5

A jazida de ouro de Posse recebe a Licença Preliminar 5/9

Hackers invadem computadores de grande mineradora de ouro e prometem liberar e-mails racistas e sexistas... 28/4

Commodities em alta conspiram a favor da mineração 20/4

Por que os investidores das grandes mineradoras estão sorrindo? 30/3

Samarco: quatro meses sem ela 15/3

Ouro em alta constante em 2016 leva analista a acreditar em recordes inimagináveis. Será a virada que todos esperam? 13/3

O efeito Lula faz bolsa subir 3/4

O Portal do Geólogo

Geologia e Mineração contadas por quem entende

Desde 27/3/2003

Não entendeu a palavra?

Pesquise o termo técnico!




Pesquise no universo do Portal do Geólogo!

Digite uma palavra na caixa abaixo e estará pesquisando centenas de milhares de matérias armazenadas no nosso site.

 

 

palavra com mais de 2 letras
O Portal do Geólogo    Editor: Geólogo Pedro Jacobi